Dr. Rodrigo e os anéis olímpicos

Olimpismo e Movimento olímpico

Movimento Olímpico

O esporte como instrumento de transformação social

Um movimento com base social em prol do desenvolvimento do Homem e da compreensão universal através do esporte, o Movimento Olímpico celebra a paz e incentiva o respeito mútuo entre as pessoas.

De acordo com a Carta Olímpica, o Comitê Olímpico Internacional (COI), as Federações Internacionais dos Esportes (Fis) e os Comitês Olímpicos Nacionais (CONs) devem trabalhar juntos para promover este movimento. Unidas, estas entidades contribuem para a construção de um mundo melhor pautado em uma consciência democrática, humanitária, cultural e ecológica por meio da prática esportiva.

O Barão Pierre de Coubertin recriou os Jogos Olímpicos da Antiguidade com o intuito de propagar estes valores. Além do caráter ideológico da iniciativa, ele acreditava que a realização da competição era necessária para incentivar a integração entre as nações e seus povos – uma tendência crescente no fim do século XIX.

Os antigos ideais olímpicos gregos inspiraram Coubertin, que criou a noção moderna de Olimpismo – filosofia que norteia as ações do Movimento Olímpico rumo ao objetivo maior de aperfeiçoamento do ser humano.

Jogos Olímpicos

Inspirados na Grécia, os Jogos Olímpicos da Era Moderna

O Barão Pierre de Coubertin foi o responsável pelo resgate dos Jogos Olímpicos. Inspirado nos ideais dos gregos, ele acreditava que a educação física era um fator determinante na educação moral. O educador francês viu na realização da competição uma forma de propagar esta filosofia pelo mundo.

Os primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna, realizados na cidade grega de Atenas, em 1896, resgataram o objetivo de incentivar o maior desenvolvimento possível das aptidões físicas e intelectuais do ser humano.

Competição entre os melhores atletas do mundo, confraternização entre os povos e, acima de tudo, a grande festa do esporte, os Jogos Olímpicos são um dos mais importantes eventos do planeta. Mobilizam populações de centenas de países e emocionam com vitórias, recordes e histórias de superação.

De quatro em quatro anos, uma cidade do mundo tem a honra de sediar os Jogos. Nela, competidores e torcedores se misturam e, durante pouco mais de duas semanas, ajudam a preservar e fortalecer o espírito olímpico.

Os primeiros registros oficiais da existência dos Jogos Olímpicos datam de 776 a.C. A vitória nos Jogos consagrava o atleta e proporcionava glória também à sua cidade de origem. A celebração durou até o ano de 394 d.C., quando, por questões religiosas, foi banida pelo imperador romano Teodósio.

Seu renascimento só aconteceu cerca de 1.500 anos depois, graças aos esforços de um pedagogo e esportista francês, o barão Pierre de Coubertin, que viu no esporte e nos ideais olímpicos gregos uma fonte de inspiração para o aperfeiçoamento do ser humano. Os primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna ocorreram em Atenas, no ano de 1896. Na mesma época, Coubertin criou a concepção moderna do Olimpismo.

Em 1924, foram criados também os Jogos Olímpicos de Inverno, realizados a cada quatro anos, no mesmo ano dos Jogos Olímpicos tradicionais. De 1994 para cá, passaram a acontecer de forma alternada. Outra importante inovação foi o surgimento dos Jogos Paralímpicos, em que competem atletas com necessidades especiais. Desde então, outras 12 edições do evento foram realizadas – a mais recente em Pequim 2008. Atualmente, há também os Jogos Paralímpicos de Inverno – a primeira edição do evento aconteceu em 1976, na Suécia.

Em 27 de julho de 2012, começam os Jogos Olímpicos de Londres. A 30° edição da competição ocorrerá pela terceira vez na capital inglesa. Em seguida, será a vez de o Brasil sediar o evento. Os Jogos Olímpicos Rio 2016 serão os primeiros a serem celebrados na

América do Sul e, desd

e já, mexem com o dia a dia do carioca e de todos os brasileiros.

Olimpismo

Filosofia Olímpica de vida

Herdada dos Jogos Olímpicos da Grécia Antiga, a filosofia utiliza o esporte como instrumento para a promoção da paz, da união, e do respeito por regras, e adversários. As diferenças culturais, étnicas e religiosas são de grande importância nesta forma de pensar baseada na combinação entre esporte, cultura e meio ambiente.

O objetivo é contribuir na construção de um mundo melhor, sem qualquer tipo de discriminação, e assegurar a prática esportiva como um direito de todos.

A educação, a integração cultural e a busca pela excelência através do esporte são ideais a serem alcançados. O Olimpismo tem como princípios a amizade, a compreensão mútua, a igualdade, a solidariedade e o “fair play” (jogo limpo). Mais que uma filosofia esportiva, o Olimpismo é uma filosofia de vida. A ideia é que a prática destes valores ultrapasse as fronteiras das arenas esportivas e influencie a vida de todos.

Os símbolos olímpicos

Marcas e ideais olímpicos bem representados

Os símbolos olímpicos refletem os ideais do Olimpismo. Os cinco aros interligados sobre um fundo branco, nas cores azul, amarela, preta, verde e vermelha representam a união dos cinco continentes. É a principal representação gráfica dos Jogos Olímpicos e a marca do próprio Comitê Olímpico Internacional (COI).

O lema Citius, Altius, Fortius – “o mais Rápido, o mais Alto, o mais Forte” – serve como lema do ideal olímpico e resume a postura que um atleta precisa ter para alcançar seus objetivos. Sua essência está na superação dos limites.

A tocha é o elo entre os Jogos da Antiguidade e os Jogos da Era Moderna. O fogo sagrado, tido como elemento purificador, anuncia o começo dos Jogos e convoca o mundo a celebrá-los em paz. A cada edição, a cidade-sede cria a sua própria Tocha, que ganha novos desenhos e formas, de acordo com a cultura do país sede.

Outros importantes símbolos olímpicos são o juramento olímpico, que acontece desde os Jogos de Antuérpia 1920, e o hino criado na Grécia, em 1896, e adotado pelo COI, em 1958. É executado em todas as cerimônias olímpicas oficiais, enquanto a bandeira olímpica é hasteada.

Antiguidade

Em respeito aos deuses gregos do Olimpo

Os registros históricos apontam o ano de 776 a.C. como a época em que os primeiros Jogos Olímpicos da Antiguidade foram realizados na Grécia. Além de uma competição de aptidões, o evento tinha o caráter religioso de culto aos deuses.

Os cidadãos competiam entre si para ver quem demonstraria, de modo mais eloquente, o seu respeito para com os deuses do Olimpo. As cidades-estado instituíam leis e regulamentos para estimular a prática esportiva e assim terem chances de sagrarem um maior número de vencedores olímpicos. A vitória nos Jogos Olímpicos consagrava o atleta e proporcionava glória também à sua cidade de origem.

Severas regras regiam os Jogos. Entre elas, a do “armistício sagrado” em que os helenos esqueciam momentaneamente suas disputas e dedicavam-se às atividades pacíficas sob a proteção dos deuses. Às vésperas do grande confronto com os persas, em 480 a.C. – batalha retratada no filme 300 de Esparta – o povo helênico estava reunido em Olímpia para a realização do 75° Jogos Olímpicos.
Até o a 13° edição dos Jogos (728 a.C.), o stadión (prova de corrida equivalente as atuais provas de Atletismo de 200 m rasos) era única competição realizada e o evento tinha duração de apenas um dia. Com o passar do tempo, novas modalidades foram incorporadas e as competições passaram a durar cinco dias.

A celebração dos Jogos Olímpicos durou até o ano de 394 d.C., quando, por questões religiosas, foi banida pelo imperador romano Teodósio.

zp8497586rq
zp8497586rq
Post Transplante de Menisco TRANSPLANTE DE MENISCO

Quando falamos em Reconstrução articular, a palavra que vêm imediatamente a cabeça é prótese. A colocação de uma prótese, salvo [...]

Foto Post Calçados Esportivos A Importância do Calçado Esportivo

Nas últimas décadas, o desenvolvimento dos calçados esportivos vêm sendo uma das mais significantes contribuições da tecnologia e indústria para [...]

Dor na Perna do Esportista

Atualmente em meu consultório, uma das queixas mais comuns entre os esportistas, especialmente os corredores, sejam eles amadores ou profissionais [...]

Sem título Osteotomia Corretiva de Realinhamento dos Membros Inferiores

Vamos tentar explicar como abordar e tratar as deformidades angulares dos membros inferiores dos adultos, especialmente as pernas arquedas. Será [...]

exercícios-de-pilates Lesões comuns no Pilates

Imagine um exercício em que você utiliza a força, equilíbrio e controle do seu próprio peso, que respeita os seus [...]

A pregnant lady exercising Lesões em Mulheres, é possível prevenir?

A presença das mulheres em atividades esportivas é um fato cada vez mais frequente. Atualmente elas não se resumem a [...]

Sem título Entenda a Pubalgia

A pubalgia se caracteriza pela presença de dor, na região baixa do abdômen e na virilha. Descrita pela primeira vez [...]

Sem título INCIDÊNCIA DE FRATURAS POR ESTRESSE EM JOGADORES DE FUTEBOL DAS CATEGORIAS DE BASE

Objetivo: Comprovar a incidência de fratura por estresse em jogadores das categorias de base de um grande clube de futebol [...]

tenis Conheça as lesões mais frequentes no tênis

O tênis é um esporte que requer concentração, coordenação, agilidade e habilidade específica, além de uma relação direta entre a [...]

98838cabd962f2ce5d616cf98ac90b65 (1) Dr. Rodrigo Góes e Instituto Reação comemoram parceria de sucesso

Desde 2012, o Dr. Rodrigo Góes é parceiro do Instituto Reação, fundado pelo medalhista olímpico Flávio Canto. Integrando o programa Reação Saúde, o [...]

rodrigo Lesões em esportes náuticos – do surfe à vela

O número de esportes praticados no mar, em lagos ou rios cresce a cada dia com esportistas aventureiros em busca [...]

oficial PB A participação do Brasil no Festival Olímpico da Juventude da Austrália

O Festival Olímpico da Juventude da Austrália é um dos maiores eventos esportivos para jovens do mundo e contou com [...]

doping-area Lista de substâncias proibidas de 2012 pelo Código Mundial Antidoping

Resolução N° 33, de 28 de dezembro de 2011 aprova a lista de substâncias e métodos proibidos na prática desportiva [...]

Rodrigo e Belfort e thales MMA e as suas principais lesões

O esporte que mais cresce atualmente no mundo, e que cada vez tem mais adeptos e praticantes, as Artes Marciais [...]

O “experiente” Filipe Marcelino, de 5 anos, corre desde os 3 anos. “Sempre trago os meus primos para participar comigo”, conta. Foto: Guto Maia Crianças correm como “gente grande” em pistas de atletismo

Revista O FLU, 09/12/2012. Por: Juliana Dias Ferreira 09/12/2012. Atletas mirins dão show em corridas infantis, que estão virando tradição [...]

FlatFoot[1] Avaliação do uso do Enxerto Homólogo na Osteotomia de Alongamento do Calcâneo para Tratamento do Pé plano valgo neurológico

Rodrigo A. Góes dos Santos Celso Belfort Rizzi Junior Stélio Galvão Márcio Garcia Cunha Maurício Almeida Jesus Rangel Ricardo Carneiro [...]

lca Avaliação dos mecanismos de lesão do ligamento cruzado anterior no futebol

Luiz Antonio Martins Vieira1, Diogo Assis Cals de Oliveira2, Carlos Humberto Victoria3, Inácio Facó Ventura Vieira4, Rodrigo Araújo Góes dos [...]

tendao Análise Epidemiológica das Rupturas do Tendão Patelar

Rodrigo Araujo Góes dos Santos¹, Luiz Antonio Martins Vieira², Carlos Humberto V. Victoria³, Diogo Assis Cals de Oliveira³ RESUMO Objetivo: [...]

joelho Análise epidemiológica das rupturas do ligamento cruzado anterior em pacientes atendidos no Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia.

Luiz Antonio Martins Vieira1, Diogo Assis Cals de Oliveira2, Carlos Humberto Victoria3, Marcelo Motta Pereira4, Rodrigo Araújo Góes dos Santos5. [...]

site Avaliação da importância do Diabetes mellitus na incidência da Doença de Dupuytren

Renato Henriques Tavares1, Rodrigo Araújo Góes dos Santos2 Anderson Vieira Monteiro3,Saulo Fontes de Almeida4. RESUMO A contratura de Dupuytren é [...]

femur Avaliação da progressão do deslizamento após fixação “in situ” para tratamento do escorregamento epifisário proximal do fêmur.

Avaliação da progressão do deslizamento após fixação “in situ” para tratamento do escorregamento epifisário proximal do fêmur*  RODRIGO ARAUJO GÓES [...]

lesões esqui Lesões no Esqui Alpino

Moramos em um país tropical, onde prevalecem os esportes praticados na areia da praia ou no mar, como o vôlei [...]

SITE Vila Olimpica London 2012 padrao As lesões mais comuns em Jogos Olímpicos

  Os Jogos Olímpicos de verão é o maior evento esportivo do mundo e ocorre a cada 4 anos, envolvendo [...]

Dr. Rodrigo com a tocha olímpica peq Londres 2012 – Uma Experiência Única

Como todos vocês sabem, destinei toda minha vida ao esporte, inicialmente como atleta, depois como torcedor curioso e estudioso e [...]

bruno e rodrigo Amigos e sócios do Rio Cricket nas Olimpíadas de Londres

Nos gramados do Rio Cricket Associação Atlética eles cresceram juntos e alimentaram o mesmo sonho de um dia serem profissionais [...]

Rodrigo FLU Rumo às Olimpíadas

O niteroiense Rodrigo Góes viajou para Londres no início de julho para integrar a equipe de médicos da Comissão Olímpica [...]

sutura de menisco Sutura de Menisco

No passado, os pacientes que apresentavam quadro de dor no joelho, colocava-se a culpa nos meniscos. Chamavam de “doença do [...]

IMG_1263 Uma visita ao Instituto Reação

A seleção olímpica de judô fez os últimos treinos no Brasil antes dos Jogos de Londres, no dojô Pedro Gama [...]

ufrj Dr. Rodrigo Góes coordenou o módulo de Lesões no Futebol na Pós-Graduação em Futebol na UFRJ

No último dia 15 de abril aconteceu na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) o módulo de Lesões no [...]

rodrigo equador Dr. Rodrigo Góes a serviço da pátria

O mês de dezembro de 2011 foi muito especial para o Dr. Rodrigo Góes, convocado pela primeira vez para integrar [...]

rodrigo aaos Dr. Rodrigo Góes se torna membro da Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos

O encontro anual da American Academy of Orthopaedics Surgery (AAOS), o maior congresso de ortopedia do mundo, aconteceu em favereiro, [...]

artrose e prótese Artrose e prótese de joelho: entenda o problema

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), vivemos a década da gonartrose. Para muitos, ter essa doença é apenas uma [...]

deformidades-angulares Deformidades angulares no joelho pediátrico

Uma queixa muito frequente no consultório de um cirurgião de joelho ou ortopedista pediátrico diz respeito à aflição dos pais [...]

equipe-handball-brasil Dr. Rodrigo Góes foi responsável pela equipe médica dos Jogos Sul-Americanos de Rugby

A convite da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), Dr. Rodrigo Góes foi o coordenador da equipe médica dos Jogos Sul-Americanos [...]

dr-rodrigo-transplante-menisco Entenda o transplante de menisco

Convidado pelo Dr. Robert McCormack, médico chefe do Comitê Olímpico Canadense e do Grupo de “Sports Injuries” da British Columbia [...]