deformidades-angulares

Deformidades angulares no joelho pediátrico

Uma queixa muito frequente no consultório de um cirurgião de joelho ou ortopedista pediátrico diz respeito à aflição dos pais quanto ao alinhamento dos membros inferiores dos seus filhos, ou simplesmente: “Dr., as pernas do meu filho estão entortando!”. Na grande maioria dos casos, trata-se da evolução e desenvolvimento natural do joelho da criança como explicarei a seguir e nas fotos.

Vale a pena esclarecer que, ao nascer, as crianças apresentam as pernas arqueadas (geno varo) pela postura uterina (para “ocupar” menos espaço), podendo atingir ate 20 graus. Essa deformidade aos poucos vai regredindo e ao atingir dois anos de idade os membros inferiores (MI) estão neutros, 0 grau ou alinhados. A partir desse momento, a deformidade começa a se inverter até atingir o máximo do geno valgo (pernas em tesoura), até 15 graus, quando se aproximam dos quatro anos. Daí em diante a angulação irá regredir até atingir o valor definitivo, de cerca de 4-5 graus nos homens e 6-7 graus nas mulheres. Isso ocorre aos sete anos de idade. Não por coincidência, é também neste período que o sistema nervoso atinge sua total “formação”, “maturação” e a marcha (forma de andar) se tornam definitivas. Por esses motivos é frequente as crianças terem quedas durante a marcha até os sete, oito anos de idade.

Deambular cedo demais pode resultar em problemas

As crianças que apresentarem geno varo após os dois, três anos de idade ou geno valgo acentuado após os sete, oito anos de idade requerem uma atenção e investigação especial.

O ortopedista deve realizar radiografias panorâmicas dos membros inferiores, com carga, mensurar a deformidade (eixos mecânico e anatômico) e avaliar a evolução, confrontando padrões fisiológicos (normais) com patológicos (doença).

As crianças não devem ser incentivadas a deambular antes dos 12 meses de idade e devem fazer rigoroso controle ponderal, pois o sobrepeso associado à carga precoce podem gerar graves problemas no joelho da criança, como a Doença de Blount, que e caracterizada pela deformidade patológica em varo do joelho.

Por outro lado, a deformidade em geno valgo acentuado na adolescência, pode ir muito além da parte estética e se tornar um grande problema psicológico no paciente, especialmente nas meninas, que passam a somente se vestir com calcas e não frequentar lugares públicos como praias e piscinas.

Nesses casos, a correção cirúrgica se torna imperativa, através da hemiepifisiodese medial femoral (e por vezes tibial) temporária, que visa interromper temporariamente o crescimento da parte medial do joelho e fazer com que a deformidade seja corrigida. Essa técnica só pode ser usada enquanto o paciente esta em período de crescimento.

Após a parada do crescimento, as opções para correção angular são mais agressivas, com técnicas de osteotomia valgisante ou varizante, que consistem em “quebrar” parte do osso e fazer a correção, seja com o uso de placas e parafusos ou de um fixador externo e visam à prevenção de problemas secundários no futuro, como dor e artrose.

Na dúvida, os pais devem procurar a opinião em cirurgia do joelho ou ortopedia pediátrica.

 

exercícios-de-pilates Lesões comuns no Pilates

Imagine um exercício em que você utiliza a força, equilíbrio e controle do seu próprio peso, que respeita os seus [...]

A pregnant lady exercising Lesões em Mulheres, é possível prevenir?

A presença das mulheres em atividades esportivas é um fato cada vez mais frequente. Atualmente elas não se resumem a [...]

Sem título Entenda a Pubalgia

A pubalgia se caracteriza pela presença de dor, na região baixa do abdômen e na virilha. Descrita pela primeira vez [...]

Sem título INCIDÊNCIA DE FRATURAS POR ESTRESSE EM JOGADORES DE FUTEBOL DAS CATEGORIAS DE BASE

Objetivo: Comprovar a incidência de fratura por estresse em jogadores das categorias de base de um grande clube de futebol [...]

tenis Conheça as lesões mais frequentes no tênis

O tênis é um esporte que requer concentração, coordenação, agilidade e habilidade específica, além de uma relação direta entre a [...]

98838cabd962f2ce5d616cf98ac90b65 (1) Dr. Rodrigo Góes e Instituto Reação comemoram parceria de sucesso

Desde 2012, o Dr. Rodrigo Góes é parceiro do Instituto Reação, fundado pelo medalhista olímpico Flávio Canto. Integrando o programa Reação Saúde, o [...]

rodrigo Lesões em esportes náuticos – do surfe à vela

O número de esportes praticados no mar, em lagos ou rios cresce a cada dia com esportistas aventureiros em busca [...]

oficial PB A participação do Brasil no Festival Olímpico da Juventude da Austrália

O Festival Olímpico da Juventude da Austrália é um dos maiores eventos esportivos para jovens do mundo e contou com [...]

doping-area Lista de substâncias proibidas de 2012 pelo Código Mundial Antidoping

Resolução N° 33, de 28 de dezembro de 2011 aprova a lista de substâncias e métodos proibidos na prática desportiva [...]

Dr. Rodrigo e os anéis olímpicos Olimpismo e Movimento olímpico

Movimento Olímpico O esporte como instrumento de transformação social Um movimento com base social em prol do desenvolvimento do Homem [...]

Rodrigo e Belfort e thales MMA e as suas principais lesões

O esporte que mais cresce atualmente no mundo, e que cada vez tem mais adeptos e praticantes, as Artes Marciais [...]

O “experiente” Filipe Marcelino, de 5 anos, corre desde os 3 anos. “Sempre trago os meus primos para participar comigo”, conta. Foto: Guto Maia Crianças correm como “gente grande” em pistas de atletismo

Revista O FLU, 09/12/2012. Por: Juliana Dias Ferreira 09/12/2012. Atletas mirins dão show em corridas infantis, que estão virando tradição [...]

FlatFoot[1] Avaliação do uso do Enxerto Homólogo na Osteotomia de Alongamento do Calcâneo para Tratamento do Pé plano valgo neurológico

Rodrigo A. Góes dos Santos Celso Belfort Rizzi Junior Stélio Galvão Márcio Garcia Cunha Maurício Almeida Jesus Rangel Ricardo Carneiro [...]

lca Avaliação dos mecanismos de lesão do ligamento cruzado anterior no futebol

Luiz Antonio Martins Vieira1, Diogo Assis Cals de Oliveira2, Carlos Humberto Victoria3, Inácio Facó Ventura Vieira4, Rodrigo Araújo Góes dos [...]

tendao Análise Epidemiológica das Rupturas do Tendão Patelar

Rodrigo Araujo Góes dos Santos¹, Luiz Antonio Martins Vieira², Carlos Humberto V. Victoria³, Diogo Assis Cals de Oliveira³ RESUMO Objetivo: [...]

joelho Análise epidemiológica das rupturas do ligamento cruzado anterior em pacientes atendidos no Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia.

Luiz Antonio Martins Vieira1, Diogo Assis Cals de Oliveira2, Carlos Humberto Victoria3, Marcelo Motta Pereira4, Rodrigo Araújo Góes dos Santos5. [...]

site Avaliação da importância do Diabetes mellitus na incidência da Doença de Dupuytren

Renato Henriques Tavares1, Rodrigo Araújo Góes dos Santos2 Anderson Vieira Monteiro3,Saulo Fontes de Almeida4. RESUMO A contratura de Dupuytren é [...]

femur Avaliação da progressão do deslizamento após fixação “in situ” para tratamento do escorregamento epifisário proximal do fêmur.

Avaliação da progressão do deslizamento após fixação “in situ” para tratamento do escorregamento epifisário proximal do fêmur*  RODRIGO ARAUJO GÓES [...]

lesões esqui Lesões no Esqui Alpino

Moramos em um país tropical, onde prevalecem os esportes praticados na areia da praia ou no mar, como o vôlei [...]

SITE Vila Olimpica London 2012 padrao As lesões mais comuns em Jogos Olímpicos

  Os Jogos Olímpicos de verão é o maior evento esportivo do mundo e ocorre a cada 4 anos, envolvendo [...]

Dr. Rodrigo com a tocha olímpica peq Londres 2012 – Uma Experiência Única

Como todos vocês sabem, destinei toda minha vida ao esporte, inicialmente como atleta, depois como torcedor curioso e estudioso e [...]

bruno e rodrigo Amigos e sócios do Rio Cricket nas Olimpíadas de Londres

Nos gramados do Rio Cricket Associação Atlética eles cresceram juntos e alimentaram o mesmo sonho de um dia serem profissionais [...]

Rodrigo FLU Rumo às Olimpíadas

O niteroiense Rodrigo Góes viajou para Londres no início de julho para integrar a equipe de médicos da Comissão Olímpica [...]

sutura de menisco Sutura de Menisco

No passado, os pacientes que apresentavam quadro de dor no joelho, colocava-se a culpa nos meniscos. Chamavam de “doença do [...]

IMG_1263 Uma visita ao Instituto Reação

A seleção olímpica de judô fez os últimos treinos no Brasil antes dos Jogos de Londres, no dojô Pedro Gama [...]

ufrj Dr. Rodrigo Góes coordenou o módulo de Lesões no Futebol na Pós-Graduação em Futebol na UFRJ

No último dia 15 de abril aconteceu na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) o módulo de Lesões no [...]

rodrigo equador Dr. Rodrigo Góes a serviço da pátria

O mês de dezembro de 2011 foi muito especial para o Dr. Rodrigo Góes, convocado pela primeira vez para integrar [...]

rodrigo aaos Dr. Rodrigo Góes se torna membro da Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos

O encontro anual da American Academy of Orthopaedics Surgery (AAOS), o maior congresso de ortopedia do mundo, aconteceu em favereiro, [...]

artrose e prótese Artrose e prótese de joelho: entenda o problema

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), vivemos a década da gonartrose. Para muitos, ter essa doença é apenas uma [...]